quinta-feira, 6 de outubro de 2011

Reclamação - "Cartoon"


1. Descreva, sumariamente, a imagem.

2. Comente a sua intencionalidade crítica.

16 comentários :

Inês Aveiro disse...

1- Descreva, sumariamente, a imagem.

No "cartoon" temos presentes um grupo de pessoas a protestar e um grupo de pesooas que neste caso parece-me ser polícias. Temos presente uma pessoa que parece estar a comandar o protesto, mas está protegida. Esta polícia tem escudos de proteção que talvez sirva para se protejerem das pessoas que estão a protestar.

2-Comente a sua intencionalidade crítica.

Quem fez este "cartoon" talvez queira alertar as pessoas que quando não estão satisfeitas com o serviço devem reclamar, a pessoa que está a comandar o protesto representa aquelas pessoas que não se deixam ficar quando ficam insatisfeitas, recorrendo assim a reclamação. E o resto dos protestantes são aqueles que seguem o exemplo. A polícia representa a entidade cujos serviços estão postos em causa.

Anónimo disse...

1- No "cartoon" estão presentes policias com escudos de protecção, que eventualmente servem para os proteger do grupo de pessoas revoltadas com cartazes nas suas mãos. Na imagem também está presente um senhor que aparentemente é o comandante do grupo das pessoas revoltadas, mas este está protegido.


2- Na minha opinião quem realizou este "cartoon" queria dizer que quando um serviço não é bem prestado os clientes devem-se queixar e fazer uma reclamação, para que os próximos clientes não tenham que passar por o mesmo serviço. E os policias representam a sociedade dos que não respeitam os clientes.


Catarina Gabriel

Luís Ribeiro disse...

1. Descreva, sumariamente, a imagem.

Neste "cartoon" temos do lado esquerdo um grupo de pessoas descontentes com os braços no ar, com caras muito zangadas e com grandes cartazes onde expõem o motivo do protesto. No centro do "cartoon" encontra-se um homem que parece comandar o protesto estando mais protegido que os restantes, estando também ele de braços no ar motivando o resto dos protestantes a fazer exactamente o mesmo. Por fim, no lado direito do "cartoon", encontra-se um grupo de polícias muito protegidos com todo aquele material de protecção representado a cinzento. Os polícias estam assim para se protegerem dos protestantes e para conseguirem lidar e acabar com o protesto.

2. Comente a sua intencionalidade crítica.

O autor deste "cartoon" quis mostrar que quando as pessoas não estão satisfeitas com os serviços,com produtos,etc, devem reclamar mostrando o seu descontentamento perante o que aconteceu, e fazendo que situções parecidas não voltem a acontecer nem a elas nem a outros cidadãos. A polícia apenas se encontra no local para impedir que o protesto tome rumos mais violentos ou até mesmo para impedir que os protestantes ataquem as entidades responsáveis pelo motivo do protesto.

Maria Yllera disse...

1. Descreva, sumariamente, a imagem.

O "cartoon" apresentado, mostra uma manifestação (lado esquerdo), onde os manifestantes mostram e protestam com cartazes e sloganes o seu desagrado em relação a algo (este algo pode ter variados significados), este protesto é comandado por um indivíduo que se encontra dentro de uma "cópula", em frente ao protesto, este incentiva a multidão e acompanha-a na luta contra a causa. Também no "cartoon" está presente um batalhão policial (lado direito), protegidos com protectores balísticos e capacetes com aparelhos de comunicação, que têm como finalidade acabar com o protesto e manter a segurança na via pública e no decorrer do protesto.

2. Comente a sua intencionalidade crítica.

O autor do "cartoon" acima apresentado, tem como intencionalidade incentivar os cidadãos da sociedade actual a lutar contra os seus direitos, uma vez que reclamar é um direito, quando os cidadãos não ficam satisfeitos com algo ( serviço, atendimento, produto, compra...).
Logo o grupo de reclamantes presente no "cartoon", têm como intuito reclamar em relação a algo que não foi do seu agrado, e os agentes
policiais estão presentes no local para manter a ordem e evitar confrontos entre os reclamantes e a entidade a que se conduz a reclamação.

Rafael Pereira disse...

1. Descreva sumariamente a imagem

Neste "cartoon" podemos observar um grupo de pessoas que reclama no canto inferior esquerdo da imagem, e uma legião policial, uma força de intervenção no canto superior oposto. Os reclamantes exibem cartazes e braços no ar, revelando o seu descontentamento, quiçá contra um governo, ou uma entidade prestadora de serviços a larga escala. Os policias podem ter vários objectivos nesta imagem, sendo a sua presença um pouco duvidosa, ou seja, podem estar a assegurar que o protesto não toma contrastes mais violentos, bem como podem estar a tentar "asfixiar" os protestos da multidão. No meio podemos ver uma pessoa protegida por uma couraça, e é também dúbia a analise que podemos realizar sobre esta personagem, bem pode estar a comandar o protesto, como pode estar a ser alvo do mesmo e estar a ripostar , assegurando sempre a sua segurança.

2. Comente a sua intencionalidade crítica

Na minha opinião, Spiro Radulovic, com este "cartoon" pretende criticar as entidades que prestam mal os seus serviços à comunidade e incentivar os consumidores, eleitores, o publico em geral, a reclamar quando assim for necessário, mesmo quando a entidade que serviu mal a comunidade está protegida e mesmo quando tentam calar o nosso protesto através da força.

12.º A disse...

Depois de ler as «análises» já produzidas, ocorrem-me dois comentários:

1.º) Estão a desprezar a figura central do «cartoon» e a focalizar-se nas massas dos que protestam e da força policial.

2.º) Estamos a falar de um trabalho de Português, logo há que procurar tratar a língua de Camões como ela merece.

Anónimo disse...

1-Descreva, sumariamente, a imagem

No “cartoon ”que acabei de ver , temos no lado inferior esquerdo um grupo de pessoas que por sua vez me parecem ser todas pessoas do sexo masculino(homens) com cartazes a manifestarem-se e ligeiramente á frente temos um exercito parece-me que estão protegidos por capacetes e escudos e no meio desses dois grupos temos um homem que parece estar a comandar a manifestação.

2-Comente a sua intencionalidade crítica.

No “cartoon ” eu penso que a mensagem que a pessoa que o fez quer passar talvez seja de que não demos baixar os braços a nada lutar sempre pelos nossos direitos . Se por acaso não concordamos com algo seja algo que se estar a passar no pais , seja leis das quais não estamos de acordo… etc entre muitos mais casos devemos fazer-nos ouvir bem alto com as típicas manifestações. Temos o livre-arbito e não nos demos calar nem deixar que nos tentei calar. Devemos manifestar a nossa opinião e não ter medo das consequências das nossas atitudes . o Ser Humano tem liberdade de expressão.





Ana Almeida

Manuela Santos disse...

1. Neste "cartoon" identificamos imediatamente, e muito graças ao título, duas fações que se opõem: os revoltosos e as forças policiais. No entanto, há um terceiro elemento que se destaca não pela sua forte presença, mas pela sua posição central: é este elemento uma personagem que nos remete para o mundo teatral, sendo que o seu papel é o de um ponto, parecendo ditar, pela sua posição, as falas que os revolucionários ditarão aos polícias.
2. Em minha opinião, penso que este "cartoon" representa na perfeição a sociedade atual, na medida em como se formula a opinião pública do nosso país. Por um lado, temos o público, representado pelos revoltosos. Este público somos todos nós, portugueses, que muitas vezes queremos expressar o nosso descontentamento face as políticas dos governantes, mas a maior parte das vezes apenas queremos reclamar, ser do "contra". Do outro lado temos a classe política, representada pelos polícias. Esta classe pretende ser uma entidade reguladora de opiniões, tentando, apenas com a sua presença, que os revoltosos não manifestem a sua opinião. finalmente, temos a figura do ponto. Para mim, esta personagem representa na perfeição os orgãos de comunicação social, que muitas vezes divulgam as notícias sem a isenção a que são obrigados. Esta manipulação por parte dos média muitas vezes gera e alimenta os conflitos sociais a que temos vindo a assistir, funcionando na maior parte das vezes como agravante de certos crimes que, por serem mais mediáticos, têm contornos diferentes dos seus semelhantes.

Daniela Fidalgo disse...

1. Descreva, sumariamente, a imagem.

Neste "cartoon" podemos ver um grupo de pessoas revoltadas com os braços no ar, insatisfeitas e com grandes cartazes onde mostram o "porquê" de estarem a protestar. No meio do "cartoon" está um homem que a meu ver penso que está a comandar o resto do protesto, podemos também ver que ele esta muito mais bem protegido que os restantes , está também de braços no ar a motivar e a incentivar os outros a não "baixar os braços" ou seja esta a fazer com que não desistam do protesto e a fazer valer os seus direitos. Depois vemos também outro grupo que como se pode ver na imagem são policias e estão bem protegidos. Eles estão assim para se protegerem dos manifestantes e para acabar com o protesto.

2. Comente a sua intencionalidade crítica.

Na minha opinião este "cartoon" mostra-nos que quando estamos insatisfeitos com serviços com produtos devemos reclamar e mostrar que não estamos contentes com o produto ou serviço. Assim depois de ter mos reclamado já os outros não são prejudicados. A polícia esta ali para impedir que aconteça algo mais grave como atirar pedras "desatar" aos tiros.

Ana Teixeira disse...

1. Descreva, sumariamente, a imagem.

O autor do "cartoon" acima representado mostra-nos uma sequência de uma formação de uma manifestação na qual temos a presença de um grupo de manifestantes e um grupo de força policial. no centro encontra uma personagem, a qual se dirige para o grupo de manifestantes com uma expressão de liderança como se "guia-se" o grupo de manifestantes.

2. Comente a sua intencionalidade crítica.

Actualmente existem muitos trabalhadores, consumidores recorrendo cada vez mais ás manifestações como um meio de reclamarem os seus direitos. Por vezes nem todas elas são realizadas de uma forma mais civilizada, e por isso é necessário a intervenção policial para a travar.
Ser um manifestante não significa deixar de ser uma pessoa civilizada, pois também existem consequências. Todos temos direitos, mas também temos deveres a cumprir para com os outros cidadãos. Devemos lutar por aquilo que nos pertence como pelos nossos direitos, e talvez os podemos merecer se cumprirmos os nossos deveres. Actualmente não é bem assim, mas poderia ser se aqueles que tiram os nossos direitos merecessem que respeitasse-mos os nossos deveres como cidadãos. Um dia poderemos não nos comportar como animais quando deixarem de nos tratar como um, e esta é a minha opinião.

Ana Panta disse...

1) Descreve, sumariamente, a imagem.

Neste "cartoon" observa -se uma multidão, os reclamantes, composta por membros do sexo masculino, maioritariamente de meia- idade, com os braços e cartazes no ar. Aparentam, revolta, indignação e raiva, contra provavelmente, uma entidade privada ou contra o governo.
À direita do "cartoon", é visível, um batalhão policial, totalmente protegido com capacetes e escudos, a assegurar que o protesto não se desencadeie em violência. No centro da imagem encontra se o foco do "cartoon",que é um homem protegido por uma cúpula, que sugere duas interpretações. Este senhor, tanto pode estar do lado dos reclamantes e estar a representar o papel de ponto, que é uma pessoa que se encontra dirigida para os actores, no teatro, e os auxilia quando se esquecem dos textos,assim, este pode estar a simbolizar os sindicatos, a incentivar e a fazer com que as pessoas não se acomodem, como pode simbolizar, a entidade, que está a ver as pessoas reclamar e esconde- se, pois está sempre protegida e não é afectada.

2)Comente a sua intencionalidade crítica.

A intenção deste "cartoon" é reavivar a reclamação, o protesto e mostrar ao público alvo que se as reclamações existem, são para ser feitas, mesmo que a entidade utilize meios para os travar. A entidade contra a qual é reclamada neste "cartoon", "tem as costas quentes ",porém, está de frente para o povo e apesar de estar escondida, não se livra da reclamação.

Marco Monteiro disse...

1. Descreva, sumariamente, a imagem.

No "cartoon" temos representada uma massa protestante/reclamante que possui cartazes e tem os braços no ar,no lado oposto está representada uma força policial que está protegida com os seus escudos.
Há ainda uma figura central que parece fazer parte dos protestantes mas esta protegida com uma couraça,esta figura é muito intrigante pois de um certo modo está a alimentar e a encorajar os protestantes sem que nada lhe aconteça pois está protegido.


2. Comente a sua intencionalidade crítica.

Na minha opinião o autor deste "cartoon" queria retratar a sociedade moderna que na qual as manifestações já são um hábito, e como é normal representou as partes opostas os protestantes e a autoridade .Porém o autor também desenhou uma figura central que está de um certo modo a "alimentar" a manifestação mas esta protegido, esta figura pode ser a comunicação social que de um certo modo influencia o mundo mas nada lhe acontece.

Daniela Ezequiel disse...

1- No lado superior direito do «cartoon» esta uma barreira feita por homens, que neste caso parecem ser da policia. Estes estão vestidos com um capacete e cada um deles possui um escudo. No lado inferior esquerdo do «cartoon» existe um grupo de protestantes, homens e mulheres estão de braços levantados com cartazes na mão, na sua frente esta um homem, este parece ser o líder da manifestação, mas ou contrario dos demais, ele encontra-se protegido.

2-O autor deste «cartoon» tenta transmitir que quando uma pessoa não se encontra satisfeita com algo esta, deve reclamar ou protestar, pois e o seu dever cívico. O líder dos protestantes é a pessoa que reclama, esta pessoa faz com que a sua reclamação sirva de prevenção para casos posteriores ao dela. O grupo de manifestantes representa as pessoas que seguem o exemplo do primeiro reclamante. A polícia serve simplesmente para manter a ordem no protesto.

José Vicente disse...

1- Na imagem observa-se uma multidão de pessoas, do povo, que esta a fazer um protesto, devido á agitação e aos cartazes no ar. Ve-se que é uma população envelhecida, porem a manifestação devera-se ao descontentamento do povo perante o governo.Nota-se que é o povo global ou seja pessoas pobres e pessoas mais ricas. Observa-se também uma tropa policial que esta a impedir que o protesto acabe em alguma tragédia. Os policias estão protegidos com armaduras e escudos, mas não se vêem armas. Observa-se a cabeça de um homem e o corpo não se ve. Não da bem para entender se esta a favor ou se talvez poderá ser o motivo do protesto\manifestaçao.O cenario é branco e nao da para tirar nenhumas conclusoes.

2- Para mim esta imagem esta a criticar os politicos. Em que o povo se revolta contra as regras de austeridade e faz manifestações perante a policia e os políticos que foram os culpados da tal manifestação fogem sem dar explicações. Para mim aquele homem que so se ve ate meio poderá ser eventualmente o politico, devido a estar protegido com algo inatingivel e com a ploicia atras para o defenter

José Vicente disse...

Erro:«com a ploicia atras para o defenter» * com a policia atrás para o defender.

Anónimo disse...

pode-me então explicar a critica representada no cartoon ?

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...