sábado, 16 de novembro de 2013

Relações de hierarquia: hiperónimos e hipónimos

1.º) Hiperonímia (de «hiper» = acima de + «onímia» = nomes) é a relação estabelecida entre uma palavra de sentido mais genérico ‑ hiperónimo ‑, que inclui todos os elementos de uma espécie ou de um grupo, e outra de sentido mais específico ‑ hipónimo ‑, palavra que designa um elemento, um exemplar ou espécime dessa espécie ou grupo.
O hiperónimo partilha os seus traços semânticos com os seus hipónimos, pelo que os pode substituir em todos os contextos.

2.º) Hiponímia (de «hipo» = debaixo de + «onímia» = nomes) é a relação entre uma palavra de sentido mais específico ‑ hipónimo ‑ e outra de sentido mais genérico ‑ hiperónimo ‑ que a engloba.
O hipónimo inclui os traços semânticos do hiperónimo e possui propriedades semânticas específicas.

Hiperónimos
Hipónimos
animal
cão, gato, galinha, cobra, elefante, tigre, leopardo…
flor
margarida, sardinheira, dália, cravo, roseira, magnólia…
habitação
casa, vivenda, andar, apartamento, mansão…
meios de comunicação
rádio, televisão, jornal, internet…
assento
banco, cadeira, sofá, poltrona, pufe, tripé, espreguiçadeira, canapé…

       Em suma, o hiperónimo é um termo genérico cujo significado engloba o de vários outros, sendo o hipónimo cada um dos elementos específicos que cabem na designação de hiperónimo.

1 comentário :

Anónimo disse...

A tabela está bem mas podia estar mais explicado.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...