sexta-feira, 4 de abril de 2014

Predicativo do complemento direto

1. Definição

                O predicativo do complemento direto é a função sintática desempenhada pelo constituinte que atribui uma propriedade (daí a designação de predicativo) ao complemento direto.
                Este constituinte é selecionado por um verbo transitivo predicativo: aceitar, achar, chamar, considerar, coroar, declarar, designar, eleger, instituir, julgar, nomear, ter por, ter-se por, tomar por, tratar por, etc.
. A Maria considera o Aníbal inteligente.
     c. direto    predicativo do c. direto


2. Concordância

                O predicativo do complemento direto (PCD) concorda em género e em número com o complemento direto (CD) (quando se trata de um grupo nominal ou de um grupo adjetival) e com ele forma uma unidade de sentido, pelo que a sua supressão origina agramaticalidade ou altera radicalmente o sentido da frase.
. O João acha a Joana um doce. (O verbo «achar» significa «considerar».)
    CD         PCD
. O João acha a Joana. (Neste caso, suprimindo o PCD, o verbo «achar» passa ter o significado de «encontrar».)


3. Representação

                Podem desempenhar a função sintática de PCD:

1. Um grupo nominal:
. Os portugueses elegeram Passos Coelho primeiro-ministro.
    CD                        PCD

2. Um grupo adjetival:
. O professor considera a Cláudia inteligente.
      CD                 PCD
. Achei o livro profundo.
    CD         PCD

3. Um grupo preposicional:
. Não me tomem por parvo.
  CD                   PCD
. Considero a partida de mau gosto.
   CD               PCD
. Nomearam a Joana para secretária.
    CD            PCD


4. Considerações genéricas

                O CD e o PCD podem ser parafraseados, geralmente, por uma oração subordinada substantiva completiva finita, em que o CD passa a sujeito e o PCD a predicativo do sujeito.
. Eu acho a Luísa interessante.
   CD            PCD
. Eu acho que a Luísa é interessante.
          predicativo do sujeito

                O PCD de uma frase na voz ativa passa a predicativo do sujeito quando essa frase é transformada para a voz ativa:
. O povo português declarou Passos Coelho incompetente.
     CD                       PCD
. Passos Coelho foi declarado incompetente pelo povo português.
     predicativo do sujeito


5. Distinção entre PCD e modificador do nome

                Por vezes, surgem dificuldades em distinguir o PCD do modificador do nome.
                A forma mais fácil de fazer essa distinção passa por reconhecer que só o modificador do nome integra o CD e é incluído na pronominalização do grupo frásico que desempenha essa função de CD.
. Considero o Frei Luís de Sousa interessante.
    CD                           PCD
. Considero-o interessante.
   CD      PCD
                 CD                              
. No sábado, vi um filme interessante.
  modificador do nome
. No sábado, vi-o.
    CD

Sem comentários :

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...