quarta-feira, 7 de outubro de 2009

Aula 7

. Leitura de um editorial.

. Análise do editorial de «Miragem em miragem»:
.
-----1. O editorial pode dividir-se em três partes. Assim, do início do texto até "Agora era a America's Cup" deparamos com a tese; entre "Era muito bom que a Taça América tivesse vindo para Lisboa..." e "E a realização da America's Cup em Lisboa vinha ao encontro disso." desenvolve-se a antítese, isto é, a aparente aceitação dos argumentos contrários; por fim, de "Mas, para lá deste benefício, a Taça América arrisca-se a ser mais uma enorme ilusão." até ao final do editorial existe a síntese.
.
-----2. A tese do editorial sugere que, em Portugal, não há capacidade empreendedora local e, para compensar essa falha, ciclicamente, o país acredita que conjunturas exteriores o podem salvar da crise.
.
-----3. Os argumentos que sustentam a tese são os seguintes: o país funcionou, desde sempre, esperando soluções exteriores; durante séculos, essa solução era o império; quando este findou, virou-se para as remessas dos emigrantes; depois, sucessivamente, para os fundos europeus, a Expo 98 e o Euro 2004; agora, era a Taça América a grande redentora.
.
-----4. A contra-argumentação estriba-se em três ideias: a Taça América poderia ser mais um adiamento da resolução dos problemas nacionais; a riqueza de um país tem de resultar do seu esforço; por último, Portugal tem de criar riqueza e deixar de esperar pela solução proveniente do exterior (solução).

. O editorial.

. Ficha de trabalho sobre os actos de fala.

Sem comentários :

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...