quarta-feira, 18 de dezembro de 2019

Aspeto verbal / valor aspetual V - Correção (G 62)


1. Observe o sketch «O bombeiro voluntário», da autoria de Raul Solnado (https://www.youtube.com/watch?v=HI3q8iVo0YE), e, seguidamente, identifique o valor aspetual de cada enunciado.

1. Eu vou contar-lhes a minha ida para os bombeiros voluntários.
Valor imperfetivo

2. Arranjaram-me um quartel muito grande e muito bom.
Valor perfetivo

3. A gente não aprende logo a apagar uma mata.
Valor genérico

4. Estava a ir para a mata, quando ouvi um discurso de um senhor que era ministro.
Valor imperfetivo

5. Resolvi estabelecer-me de bombeiro por conta própria.
Valor perfetivo

6. Comprei três bombas, meia dúzia de machadinhas…
Valor perfetivo

7. Todos os sábados, damos rescaldos.
Valor habitual

8. Estava eu a arear os amarelos do capacete…
Valor imperfetivo

9. Já tenho este fogo cá em casa há um mês.
Valor iterativo /imperfetivo (?)

10. Comecei-me a sentir muito quentinho.
Valor imperfetivo

11. Estava a apagar muito bem.
Valor imperfetivo

12. Fiquei com uma raiva!
Valor perfetivo

13. Sempre que houver um incêndio cá em casa, não me esqueço do senhor.
Valor iterativo

14. O meu colega tem apagado muito bem.
Valor iterativo

15. O meu colega é meu amigo.
Valor genérico

16. Aquela mulher costuma ter fogo em casa.
Valor habitual


2. A partir das palavras dadas, construa enunciados com os valores aspetuais indicados.

(A) Telemóvel / gastar / bateria
Situação habitual: O meu telemóvel, habitualmente, gasta muita bateria.
Situação iterativa: O meu telemóvel tem gastado muita bateria,

(B) Ernesto e Miquelina / praticar / desporto
Situação habitual: O Ernesto e a Miquelina costumam praticar desporto.
Situação iterativa: O Ernesto e a Miquelina têm estado a praticar desporto.

(C) Joaquina / filmar / namorado
Valor perfetivo: A Joaquina filmou o namorado.
Valor imperfetivo: A Joaquina está a filmar o namorado.

(D) Joana Vasconcelos / expor / trabalhos
Valor imperfetivo: Joana Vasconcelos está a expor os seus trabalhos.
Situação habitual: Joana Vasconcelos costuma expor os seus trabalhos.
Situação iterativa: Joana Vasconcelos tem exposto os seus trabalhos.


3. Assinale as opções corretas, de modo a identificar o valor aspetual dos enunciados apresentados.

1. A vacinação é uma forma de proteger todas as crianças.
(A) valor genérico                                                (C) valor habitual
(B) valor imperfetivo                                            (D) valor perfetivo

2. Estou a ter explicações para me preparar para os exames.
(A) valor perfetivo                                               (C) valor iterativo
(B) valor imperfetivo                                            (D) valor habitual

3. Ultimamente, temos feito muitos exercícios de gramática.
(A) iterativo                                                          (C) valor habitual
(B) valor imperfetivo                                            (D) valor genérico

4. Tenho andado de bicicleta todos os dias depois das aulas.
(A) valor perfetivo                                               (C) valor iterativo
(B) valor habitual                                                 (D) valor genérico



. Ficha

Caracterização de Mercúcio

Mercúcio é um parente do príncipe e amigo íntimo de Romeu. Uma das personagens mais extraordinárias de todas as peças de Shakespeare, Mercúcio transborda de imaginação, inteligência e, às vezes, uma sátira estranha e cortante e fervorosa. Ele adora os jogos de palavras, especialmente trocadilhos sexuais; pode tornar-se irascível e odeia pessoas afetadas, pretensiosas ou obcecadas com as últimas modas; considera cansativas as ideias romantizadas de Romeu sobre o amor e tenta convencê-lo a ver esse sentimento como uma simples questão de apetite sexual.
Com uma inteligência rápida e uma mente inteligente, Mercúcio é um ladrão de cenas e uma das personagens mais memoráveis de todas as obras de Shakespeare. Embora constantemente zombe, brinque e provoque – às vezes divertido, às vezes com amargura –, não é um mero bobo da corte ou brincalhão. Com as suas palavras selvagens, Mercúcio perfura os sentimentos românticos e o amor cego que existem dentro da peça. Ele zomba da autoindulgência de Romeu, assim como ridiculariza Tebaldo e a adesão à moda. O crítico Stephen Greenblatt descreve Mercúcio como uma força dentro da peça que funciona para esvaziar a possibilidade do amor romântico e o poder do destino trágico. Ao contrário das outras personagens que culpam o destino pela sua morte, Mercúcio morre amaldiçoando todos os Montecchios e Capuletos, pois acredita que pessoas específicas são responsáveis pela sua morte, e não alguma força impessoal externa.


Seinfeld: Temporada 02 - Episódio 05

Caracterização de Frei Lourenço

Frei Lourenço é um frade franciscano, amigo de Romeu e Julieta. Gentil, de espírito cívico, um defensor da moderação e sempre pronto com um plano. É também ele que casa, secretamente, os protagonistas da peça, na esperança de que o enlace possa eventualmente trazer paz a Verona. Além de ser um homem santo católico, Frei Lourenço é especialista no uso de poções e ervas aparentemente místicas.
O frade ocupa uma posição estranha em Romeu e Julieta. Ele é um clérigo de bom coração que ajuda os protagonistas durante toda a peça. Assim, realiza o casamento e geralmente dá bons conselhos, especialmente no que diz respeito à necessidade de moderação. Por outro lado, é a única figura da religião na peça. Mas Frei Lourenço também é a mais intrigante e política das personagens da peça: casa Romeu e Julieta como parte de um plano para acabar com os conflitos civis em Verona; leva Romeu ao quarto de Julieta e depois para fora de Verona; giza o plano de reunir Romeu e Julieta através do ardil de uma poção para dormir que parece surgir de um conhecimento quase místico. Esse conhecimento místico parece deslocado para um frade católico; por que razão tem esse conhecimento e o que esse pode ele significar? As respostas não são claras. Além disso, embora todos os planos de Frei Lourenço pareçam bem concebidos e bem-intencionados, constituem os principais mecanismos pelos quais a tragédia fadada da peça ocorre. Os leitores devem reconhecer que o frade não está apenas sujeito ao destino que domina a peça – de muitas maneiras é ele quem traz esse destino.


Caracterização de Julieta

Julieta é a filha de Capuleto e de Lady Capuleto. Estamos na presença de uma linda menina de 13 anos que começa a peça como uma criança ingénua que pouco pensou em amor e casamento, mas cresce rapidamente ao apaixonar-se por Romeu, filho do grande inimigo da sua família. Por ser uma jovem nascido numa família aristocrática, não tem a liberdade que Romeu possui de andar pela cidade, subir muros no meio da noite ou lutar com espadas. No entanto, ela mostra uma incrível coragem ao confiar toda a sua vida e futuro a Romeu, recusando-se até a acreditar nos piores relatos sobre ele depois de se envolver numa zaragata com o seu primo. A amiga e confidente mais íntima de Julieta é a sua enfermeira, embora esteja disposta a excluí-la da sua vida no momento em que a enfermeira se volta contra Romeu.
Não tendo ainda completado 14 anos, Julieta tem uma idade que fica na fronteira entre a imaturidade e a maturidade. No início da peça, porém, ela parece ser apenas uma criança obediente, protegida e ingénua. Embora muitas meninas da sua idade – incluindo a mãe – se casem, Julieta nunca pensou no assunto. Quando Lady Capuleto menciona o interesse de Páris em a desposar, Juliet responde obedientemente que tentará ver se pode amá-lo, uma resposta que parece infantil na sua obediência e na sua conceção imatura de amor. Por outro lado, Julieta parece não ter amigos da sua idade e não se sente à vontade para falar sobre sexo (como se vê no desconforto quando a enfermeira disserta sobre uma piada sexual às custas da jovem Capuleto, no Ato I, cena III).
Julieta mostra vislumbres da sua determinação, força e espírito sóbrio, nas primeiras cenas, e oferece uma antevisão da mulher em que se tornará durante os quatro dias de duração da peça. Enquanto Lady Capuleto se mostra incapaz de acalmar a enfermeira, Julieta consegue-o com uma única palavra (também no Ato I, cena III). Além disso, mesmo na obediência de Julieta quando afirmar que irá tentar amar Páris, há algumas sementes de determinação ferrenha. Ela promete considera-lo como um possível marido na medida exata que sua mãe deseja. Embora seja uma demonstração externa de obediência, essa afirmação também pode ser lida como uma recusa pela passividade. Julieta atenderá aos desejos da mãe, mas não fará tudo para se apaixonar por Páris.
O primeiro encontro de Julieta com Romeu impulsiona-a para a vida adulta. Embora profundamente apaixonado por ele, é capaz de ver e criticar as decisões precipitadas de Romeu e a sua tendência para romantizar as coisas. Depois de Romeu matar Tebaldo e ser banido, Julieta não o segue cegamente. Ela toma uma decisão lógica e sincera de que a sua lealdade e amor por ele devem ser as suas prioridades norteadoras. Essencialmente, Julieta solta-se das suas amarras sociais anteriores – a sua enfermeira, os seus pais e a sua posição social em Verona – a fim de se tentar reunir com Romeu. Quando ela acorda na tumba e o encontra morto, não se mata por fraqueza feminina, mas pela intensidade do amor, assim como Romeu. O suicídio de Julieta realmente requer mais coragem do que o do marido: enquanto este engole veneno, ela apunhala-se no coração com uma adaga.
O desenvolvimento de Julieta de uma menina de olhos arregalados para uma mulher confiante, leal e capaz é um dos primeiros triunfos da caracterização de Shakespeare. Também marca um dos seus tratamentos mais confiantes e completos da personagem feminina.

Aspeto verbal / valor aspetual V (G 62)


1. Observe o sketch «O bombeiro voluntário», da autoria de Raul Solnado (https://www.youtube.com/watch?v=HI3q8iVo0YE), e, seguidamente, identifique o valor aspetual de cada enunciado.

1. Eu vou contar-lhes a minha ida para os bombeiros voluntários.
______________________________________________

2. Arranjaram-me um quartel muito grande e muito bom.
______________________________________________

3. A gente não aprende logo a apagar uma mata.
______________________________________________

4. Estava a ir para a mata, quando ouvi um discurso de um senhor que era ministro.
______________________________________________

5. Resolvi estabelecer-me de bombeiro por conta própria.
______________________________________________

6. Comprei três bombas, meia dúzia de machadinhas…
______________________________________________

7. Todos os sábados, damos rescaldos.
______________________________________________

8. Estava eu a arear os amarelos do capacete…
______________________________________________

9. Já tenho este fogo cá em casa há um mês.
______________________________________________

10. Comecei-me a sentir muito quentinho.
______________________________________________

11. Estava a apagar muito bem.
______________________________________________

12. Fiquei com uma raiva!
______________________________________________

13. Sempre que houver um incêndio cá em casa, não me esqueço do senhor.
______________________________________________

14. O meu colega tem apagado muito bem.
______________________________________________

15. O meu colega é meu amigo.
______________________________________________

16. Aquela mulher costuma ter fogo em casa.
______________________________________________


2. A partir das palavras dadas, construa enunciados com os valores aspetuais indicados.

(A) Telemóvel / gastar / bateria
Situação habitual: ___________________________________________________
Situação iterativa: ___________________________________________________

(B) Ernesto e Miquelina / praticar / desporto
Situação habitual: ___________________________________________________
Situação iterativa: ___________________________________________________

(C) Joaquina / filmar / namorado
Valor perfetivo: _____________________________________________________
Valor imperfetivo: ___________________________________________________

(D) Joana Vasconcelos / expor / trabalhos
Valor imperfetivo: ___________________________________________________
Situação habitual: ___________________________________________________
Situação iterativa: ___________________________________________________


3. Assinale as opções corretas, de modo a identificar o valor aspetual dos enunciados apresentados.

1. A vacinação é uma forma de proteger todas as crianças.
(A) valor genérico                                                (C) valor habitual
(B) valor imperfetivo                                            (D) valor perfetivo

2. Estou a ter explicações para me preparar para os exames.
(A) valor perfetivo                                               (C) valor iterativo
(B) valor imperfetivo                                            (D) valor habitual

3. Ultimamente, temos feito muitos exercícios de gramática.
(A) iterativo                                                          (C) valor habitual
(B) valor imperfetivo                                            (D) valor genérico

4. Tenho andado de bicicleta todos os dias depois das aulas.
(A) valor perfetivo                                               (C) valor iterativo
(B) valor habitual                                                  (D) valor genérico


. Correção

Seinfeld: Temporada 02 - Episódio 04

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...