terça-feira, 30 de agosto de 2011

Miguel Torga (Diário)

Miguel Torga - Diário XVI

Chaves, 30 de Agosto de 1990 - É escusado teimar. A ser banal, a dizer banalidades e a pensar banalidades é que o português é português.

segunda-feira, 29 de agosto de 2011

Ai, ai, ai!


Pais vão pagar totalidade dos livros escolares


Ministério reconhece o problema, mas afirma que "não é novo". Confap acusa escolas de "insensibilidade social"


          Duas notas:

1.ª) Alguém compreende a CONFAP?

2.ª) Esta medida vai fazer com que a situação habitual de os alunos subsidiados andarem semanas sem manuais se vá perpetuar, provavelmente, até ao final do primeiro período, ou mesmo início do segundo. Lá terão os «profs» de remediar a situação o melhor que puderem (como é costume).

domingo, 28 de agosto de 2011

15, 66



          Nos meus tempos áureos, fazia 12 segundos e picos nos 100 metros. Perante este exemplar, é caso para perguntar: o que me impediu de participar numas quaisquer olimpíadas?

          A propósito, alguém se lembrará do nome de algum dos outros atletas que correu nesta série?

sábado, 27 de agosto de 2011

Visão política

          A Câmara Municipal de Torres Vedras vai deixar de pagar, no ano lectivo que se inicia no próximo 1 de Setembro, os transportes aos alunos que frequentam a escolaridade obrigatória e que residam a menos de quatro quilómetros da escola, visando, com esta medida, uma poupança de 0,29% do orçamento da autarquia para o ano em curso.

          Lá teremos, por Torres Vedras, um novo tipo de peregrinação, constituída por crianças de seis, sete e oito anos, que terão de fazer, a pé, um percurso diário de oito quilómetros. E para quê? Para poupar zero vírgula vinte e nove por cento.

terça-feira, 23 de agosto de 2011

O lado bom do estudo


Faltam aqui o computador, a «play-station» e o telemóvel...

E agora?

          E pronto, os doze dias de férias já se foram. Elas prolongam-se, no papel, até início de Setembro, porém, é necessário apresentar por esses dias dois relatórios (o de auto-avaliação e o referente aos exames nacionais), logo é para começar a trabalhar já.

          No ano lectivo que está prestes a começar, parece que vêm aí a caminho cinco turmas, distribuídas do seguinte modo: duas de 7.º, uma de 11.º, uma de 12.º e outra de profissionais (argh!).

          Assim sendo, o que fazer com este blogue? Dedicá-lo à «nova» turma de 12.º? Às de 7.º, que vão iniciar um novo programa? Encerrá-lo, à semelhança do que fizemos há dois anos com outro? Perante a catadupa de trabalho que se aproxima, a vontade é essa... Veremos...

sábado, 20 de agosto de 2011

"As férias batem à porta"


As férias batem à porta
impacientes querem entrar;
são amigas do calor
do sol, da praia e do mar.

Trazem festas populares,
foguetes, bombos, melão,
pimentos, sardinha assada,
dias quentes de Verão.

Trazem pêssegos, gelados,
fatias de melancia,
viagens, tendas, caravanas,
descobertas, alegria.

As férias batem à porta
por favor deixem entrar
o ano só tem um Verão
é preciso aproveitar.

                 António Mota, Onde Tudo Aconteceu

quinta-feira, 18 de agosto de 2011

terça-feira, 16 de agosto de 2011

O meu «liceu»

          Esta citação encontrava-se numa das entradas do velhinho liceu:


          Como Camões está desactualizado. Assim pensam os pedagogos modernos e os homens e mulheres que dirigem a Educação em Portugal.
          Depois espantam-se quando confrontados com resultados de exames ou índices de retenção de alunos. Alguém deveria relembrar-lhes a metáfora / imagem da escada  e dos degraus.

domingo, 14 de agosto de 2011

Pérolas (X) - «A» pérola

          A pérola das pérolas (o tema do texto de reflexão era O papel do sonho na vida do ser humano):
         «(...) também foi com o sonho que inventaram o primeiro ministro e essas coisas (...)»
          Só faltou acrescentar que há sonhos que se transformam em pesadelos...

sábado, 13 de agosto de 2011

Pérolas (IX)

          O tema do texto de reflexão era O papel do sonho na vida do ser humano. As divagações foram de monta...
          a) «(...) um sonho é um sonho (...)»;
          b) «Nascemos todos diferentes com ideias opostas, diferentes pontos de vista, diferentes profissões (...).»;
          c) «Nem sempre se consegue obter o que tanto queremos e esperamos, mas se sonhar-mos (...) o sonho pode não se tornar tão real como se quer, mas a mente fica mais calma.» 

sexta-feira, 12 de agosto de 2011

Pérolas (VIII)

          Como é que os navegadores portugueses se tornaram dignos de serem recebidos na «Ilha dos Amores»?
          Hipótese a): «No excerto transcrito de Os Lusíadas diz o seguinte: "Por obras valerosas que fazia" como por exemplo os tecidos, o vinho do porto, os enormes castelos, o convento de mafra...».
          Hipótese b): «(...) os nautas se sentiam como grandes senhores pois tinham tudo o que o homem sonha ter, como mulheres bonitas e outras coisas importantes.» 

quinta-feira, 11 de agosto de 2011

Pérolas (VII)

          A pergunta pedia ao aluno que indicasse o valor de uma determinada oração relativa, no caso valor restritivo.
a) «A oração subordinada adjectiva relativa dá uma grande importância ao Oceano Atlântico e às praias Portuguesas.»
b) «O valor da oração relativa é de causa.»
c) «Elogia o Atlântico, por todas as memórias que possui.» 

quarta-feira, 10 de agosto de 2011

Pérolas (VI)

          Novas funções sintácticas, não previstas na TLEBS:
a) «A função sintáctica é "não"».
b) «A função sintáctica desempenhada pelo pronome pessoal é: "mas"».
c) «Pronome faz uma navegação ao descobrirem.»
d) «A função sintáctica desempenhada pelo pronome pessoal, é o esclarecimento de que não descobriram o Prestes João, pois partiram em busca dele.»
          Note-se que a resposta correcta era sujeito.

terça-feira, 9 de agosto de 2011

Repete-se o fado (dos maus resultados)?

          São afixadas, hoje, as pautas dos exames da 2.ª fase.


"Fado", Heróis do Mar (1986)

segunda-feira, 8 de agosto de 2011

Pérolas (V)

          Assim se destrói o sonho de muitos alunos:
          «Luís de Camões refere-se aos Lusíadas.
            Porque ele diz para proteger os Lusíadas que tinha escrito para ninguém acabar com eles.»

domingo, 7 de agosto de 2011

Pérolas (IV)


          As vantagens insondáveis da leitura:
          «Ler é muito bom, faz bem ao nosso cérbero...» (NOTA: Cérbero é o cão mitológico que guarda a entrada do reino dos Infernos.)

sábado, 6 de agosto de 2011

Pérolas (III)

          A voz dos verbos: activa, passiva e... não activa.
          «Pretérito imperfeito do indicativo e tem voz não activa.»

sexta-feira, 5 de agosto de 2011

Pérolas (II)

          Intertextualidade entre Camões e o padre Vieira???
          «O narrador desta estrofe é Vasco da Gama, a gente marítima de quem ele fala são os peixes...» (NOTA: a gente marítima eram os marinheiros portugueses)

quarta-feira, 3 de agosto de 2011

Pérolas (I)

          Eis algumas definições novas das oitavas de Os Lusíadas:
          «As oitavas são as primeiras 8 senas dos Lusiadas e as outras partes estam em casa de  Luis de Camões.»
          «No meu entender a expressão "oitavas" quer indicar a oito cópias da sua obra...» 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...