quarta-feira, 30 de outubro de 2013

Ponto de interrogação ?

                O ponto de interrogação usa-se:

1. No final de uma frase interrogativa direta:
Que horas são?

2. Para exprimir dúvida, acompanhado de reticências:
Como se escreve “pafúncio”?... Com “c” ou “s”?...

3. Para exprimir surpresa, acompanhado do ponto de exclamação:
Que linguagem é essa, meu menino?
Quando estes dois sinais de pontuação surgem combinados, usa-se primeiro o que assinala a entoação predominante: se for interrogativa, faz-se uso do ponto de interrogação antes do de exclamação; se for exclamativa, procede-se de modo inverso.

4. Quando a interrogação coincide com o final do enunciado, a frase seguinte inicia-se por maiúscula:
-» ‑ Que horas são?
‑ São 16 e 20…

5. No entanto, quando a interrogação surge no interior do enunciado, o uso da maiúscula na frase seguinte não é obrigatório:
Em primeiro lugar porque estão sempre vermelhos quando tenho pressa e verdes quando não tenho nenhuma, sem falar do amarelo que provoca em mim uma indecisão horrível: travo ou acelero? travo ou acelero? travo ou acelero? acelero, depois travo… (António Lobo Antunes, Livro de Crónicas)

Ponto e vírgula ;

                O ponto e vírgula marca uma pausa mais longa que a vírgula e mais breve que o ponto final.

                Este sinal de pontuação usa-se para:

1. Separar elementos de uma enumeração:
Decorridos alguns dias, D. Rita disse ao marido que tinha medo de ser devorada das ratazanas; que aquela casa era um covil de feras; que os tetos estavam a desabar; que as paredes não resistiriam ao inverno…” (Camilo Castelo Branco, Amor de Perdição)

2. Separar diversos itens de textos enumerativos (leis, regulamentos, etc.) e / ou uma sequência de alíneas:
1. Classe do pronome:
1.1. Pronome pessoal;
1.2. Pronome possessivo;
1.3. Pronome demonstrativo;
1.4. Pronome interrogativo.
‑ O aluno tem os seguintes deveres:
a) Ser assíduo;
b) Ser pontual;
c) Transportar consigo o material pedagógico indispensável;
d) Respeitar os demais elementos da comunidade escolar;
e) Zelar pelo bom estado e conservação do material escolar.

3. Separar orações que já se encontram subdivididas por vírgula dentro do mesmo período:
À direita do palco, Quim Barreiros conversa com Ágata; ao centro, Rui Veloso sorri para a foto de António Variações; ao fundo, Lena d’Água cumprimenta Tony Carreira e os filhos…

4. Separar frases ligadas por advérbios conetivos ou locuções adverbiais conetivas dentro do mesmo período:
Sentei-me à secretária; primeiramente abri o computador; de seguida, vi o correio; finalmente completei o relatório. (Zacarias Nascimento, Domínios).
Paulo Fonseca era teimoso, negava a cuspidela de Josué; todavia, acabou por render-se perante as imagens televisivas…

Dois pontos :

                Os dois pontos assinalam uma suspensão na entoação de uma frase inacabada
                Este sinal de pontuação usa-se para:

1. Introduzir a fala de uma personagem / o discurso direto:
» E o pequeno, mais dormente, lá ia murmurando:
‑ Três. Mundo. Diabo e Carne. (Eça de Queirós, Os Maias)

2. Introduzir uma enumeração:
A minha sogra foi à feira e comprou uma tonelada de produtos: arroz, açúcar, batatas, feijões, cebolas, melancias, castanhas…

3. Introduzir uma citação:
Fernando Pessoa escreveu o seguinte verso: “O poeta é um fingidor.”.

4. Introduzir uma explicação:
Eu não estava a perceber, mas o professor explicou-me: o verso significa que o poeta é um criador, um transformador da realidade através da palavra.

5. Introduzir uma explicação apresentada por termos, abreviados ou não:
Nota:
Exemplo:
Ex.:

6. Introduzir o conteúdo da mensagem, a seguir ao vocativo com que o emissor do texto (carta, por exemplo) se dirige ao seu destinatário:
Caro professor:
Peço-lhe, antecipadamente, desculpa pelo atraso da resposta…

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...