quinta-feira, 20 de dezembro de 2018

Autonomia e flexibilidade curricular

Avaliação do aluno em Cidadania e Desenvolvimento

Cidadania e Desenvolvimento: organização, aprendizagens e avaliação


Acaliptos


"Por cento" ou "porcento"?

     Qual das formas é correta: por cento ou porcento?
     Como se escreve uma percentagem por extenso?

     Quando se trata de uma expressão de percentagem (numa estrutura do tipo n por cento de, sendo n um numeral), usa-se a forma "por cento":

  • Quinze por cento dos alunos reprovaram.
  • Um por cento dos alunos reprovou.
  • Setenta e cinco por cento do pinhal de Leiria ardeu.

     O termo "porcento" é um nome masculino, sinónimo de "percentagem" (importância recebida proporcional à venda; quantidade ou taxa que determina essa taxa).

Vírgula I - Correção (G 57)

1. (A), (D), (E), (G).

2. (A).

3.1 (B);

3.2 (C);

3.3 (B);

3.4 (A);

3.5 (A);

3.6 (A);

3.7 (B);

3.8 (C).



. Ficha

Preposição "a" antes de um título começado por um artigo definido

     Qual é a forma correta de escrever: Rui Vitória fez declarações à "Bola"? ou Rui Vitória fez declarações a "A Bola"?

     Quanto o título da publicação (jornal, revista...) é precedido pela preposição a e começa pelas vogais a ou o, correspondente ao artigo definido, deve evitar-se a sua aglutinação ou contração na escrita:
  • Rui Vitória fez declarações a "A Bola".
     Se se especificar o tipo de publicação em causa, a redação difere:
  • Rui Vitória fez declarações ao jornal "A Bola".
     Na oralidade, ocorrem as aglutinações ou contrações:
  • Rui Vitória prestou declarações à "Bola".

Regência do nome "tendência"

     O nome tendência pode selecionar dois complementos:
  • o sujeito da tendência (alguém/algo coisa tende): A tendência do Benfica é jogar pessimamente.;
  • o efeito da tendência (a coisa para que se tende): A tendência de Rui Vitória para o disparate é desconcertante.
     No primeiro exemplo, tendência rege a preposição de, enquanto, no segundo, a regência pode variar em função do contexto:
  • quando é precedido do artigo definido, de determinantes demonstrativos ou possessivos, o nome ocorre com a preposição para antes de expressões nominais (estranhei a/essa/a sua tendência para o disparate) e de ou para antes de verbos no infinitivo (estranhei a/essa/a sua tendência de/para fazer disparates);
  • depois de artigo indefinido ou sem qualquer determinante, emprega-se com para antes de expressões nominais [revelou (uma) tendência para o disparate] e a ou para antes de verbos no infinitivo [revelou (uma) tendência a/para fazer disparates].

O 'impato'


     Este documento foi produzido num agrupamento de escolas e assinado pela sua diretora. Não conheço o seu IMPATO na comunidade que lhe está associada, mas o número de erros e falhas ortográficos deveria fazer corar de vergonha quem o produziu, assinou e publicou. Porém, é Natal, por isso ninguém leva a mal.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...