quarta-feira, 5 de outubro de 2011

República, essa grande porca


          Comemoram-se (???) hoje os 101 anos da implantação da República em Portugal.

          Para celebrar a data, deixam-se aqui três opiniões de três figuras que viveram e participaram no processo.

          Porfírio Rodrigues, um dos responsáveis militares pelo 5 de outubro, em declarações a Joaquim Madureira, autor da obra Na formosa estrivaria (1912): «Se eu soubesse que a República que tinha idealizado era a porca que me saiu, não me tinha sacrificado.»

          Afonso Costa, em 1914: «O Partido Republicano Português tem a obrigação de defender o povo, mesmo contra a vontade do próprio povo.»

          Brito Camachopolítico, escritor, jornalista (fundador do jornal republicano A Luta) e chefe do Partido Unionista, aliado de Afonso Costa e do Partido Democrático: «As moscas mudam, mas a merda é a mesma.»

Sem comentários :

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...