segunda-feira, 6 de junho de 2011

Tempo da histórica

          As referências cronológicas do romance são escassas ou descortinam-se por dedução.
  • 1711 - D. João V promete "construir um convento de franciscanos na vila de Mafra" se a rainha lhe der um herdeiro.
  • 1714 - Nasce o infante D. José, futuro rei de Portugal, filho de D. João V e D. Maria Ana.
  • 1717 - Início da construção do Convento de Mafra, que decorrerá até 1730.
  • 1723 - Surto de febre amarela em Lisboa.
  • 1724 - Furacão em Lisboa, em 19 de Novembro.
  • 1725 - Preparação dos casamento dos príncipes e das princesas.
  • 1728 - D. João V expressa o desejo de inaugurar o convento no dia do seu 41.º aniversário.
  • 1729 - Casamento dos príncipes portugueses (D. Jo´se e D. Maria Bárbara) com os príncipes espanhóis (Fernando e D. Maria Vitória de Bourbon).
  • 1730 - Sagração da basílica do convento.
  • 1730 - Desaparecimento de Baltasar.
  • 1739 - Blimunda procura Baltasar durante nove anos.
  • 1739 - Auto-de-fé (18 de Outubro), no qual são queimados Baltasar e António José da Silva.

          Por outro lado, este romance de Saramago aborda a questão do tempo através da memória e do resgate de lembranças de um período histórico, bem como através de uma (re)visão presentificada desse tempo, consoante o demonstra o quadro seguinte, roubado de Tudo Pro_Exame, das Edições Asa:


Sem comentários :

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...