sexta-feira, 13 de julho de 2012

Correção do exame nacional de Português - 12.º ano - 2.ª fase

Grupo I

A

1. Elementos que caracterizam Baltasar:
  • está de regresso a casa, após longa ausência («Regressou o filho pródigo» - linha 1);
  • vem acompanhado de uma mulher, com quem está relacionado sentimentalmente («trouxe mulher» - l. 1);
  • vem pobre («se não vem de mãos vazias, é porque uma lhe ficou no ca,po de batalha e a outra segura a mão de Blimunda» - ll. 1-2);
  • deficiente / mutilado («uma [mão] lhe ficou no campo de batalha» - ll. 1-2);
  • é um ex-soldado («uma lhe ficou no campo de batalha» - ll. 1-2).

2. A reação de Marta Maria é uma reação emocional pautada por sentimentos como os seguintes:
  • comoção e aflição ao notar a deficiência: «e era um dó de alma, uma aflição ver sobre o ombro da mulher um ferro torcido..." (ll. 6-7);
  • dor: «dividida entre a dor que a mutilação naquele braço" (ll. 16-17);
  • sofrimento (manifestado / visível no choro): «ouviu as lágrimas» (l. 18);
  • a inquietação e a procura de compreender / saber o modo, as circunstâncias, a autoria da mutilação: «Meu querido filho, como foi, quem te fez isto» (l. 19);
  • em suma, é uma reação onde se evidencia o amor, a preocupação, o coração de mãe de Marta Maria.
   A reação de João Francisco:
  • é menos emotivo, mais sereno do que a mãe;
  • opta pelo silêncio: «deu logo pela mutilação, mas dela não falou» (l. 30);
  • aconselha resignação: «Paciência» (l. 31);
  • aceita a deficiência como algo natural e expectável em quem se envolve numa guerra e corre os riscos que lhe são inerentes: «quem foi à guerra» (l. 31);
  • no entanto, a interjeição «Ah (,homem)»  parece sugerir uma emotividade logo reprimida.
     Em suma, estamos perante reações que se enquadram nos papéis tradicionais característicos da época, associados à figura materna e paterna, aquela emotiva e tipicamente feminina, este contido.


3. Aproximação entre Marta Maria e Blimunda:
  1. momento: Marta Maria pressentiu a presença de Blimunda, mesmo antes de a ver, e sentiu-se inquieta com a sua existência (a presença de outra mulher) na vida do filho;
  2. momento: Blimunda afastou-se, possibilitando a privacidade e intimidade daquele momento de reencontro em mãe e filho, após anos de ausência;
  3. momento: Baltasar apresentou as duas mulheres;
  4. momento: as duas mulheres agem como se se conhecessem e fossem família há muito tempo («daí a pouco estavam a sogra e a nora a tratar da ceia» - ll. 32-33).

4. O comentário do narrador constitui uma crítica genérica ao comportamento dos filhos, particularizada na atitude de Baltasar, que não informou os pais do seu regresso, da sua deficiência e da sua presença em Lisboa há dois anos, mantendo-os, desta forma, na dúvida e incerteza acerca do seu estado (de saúde ou não, vivo ou não), indiferente à sua dor e sofrimento, sentimentos motivados pela ausência física e ausência de notícias.
     A crítica é, pois, dirigida à insensibilidade e crueza de tal comportamento, causador de angústia e sofrimento nos pais, ainda para mais quando envolvidos em situações de risco, como é o caso de Baltasar na guerra.
     Consciente dessa falha, Baltasar explica ao pai a batalha, a sua mutilação e os anos de ausência, mas omite-lhe os anos passados em Lisboa, após o regresso a Portugal, há dois anos, pois dessas circunstâncias não os informara e tem consciência da falha que tal atitude comporta e de como magoaria ainda mais os seus pais, deixando-os permanecer na ignorância. Apenas dera notícias há poucas semanas, via carta, quando decidira regressar a casa.



B

. Introdução
  • A poética de Campos liga-se à estética de vanguarda futurista;
  • A ligação de Campos à vanguarda futurista concretiza-se na sua segunda fase poética, nomeadamente em poemas como «Ode triunfal»;
  • Os movimentos que a evidenciam são o futurismo e o Sensacionismo.

. Desenvolvimento
  • Futurismo:
               - Corte com o passado e expressão artística do dinamismo e da vida
                  moderna;
               - Apologia da civilização moderna industrial e do seu ritmo, da técnica,
                  da máquina, da velocidade, do movimento...;
               - Atitude escandalosa e chocante (linguagem erótica, evocadora de
                  traços sadomasoquistas);
               -  Nova linguagem:
                         . ritmo torrencial;
                         . acumulação de recursos estilísticos;
                         . destruição da sintaxe;
               - Medida:
                         . versos livres e longos;
                         . versos próximos da prosa e da oralidade.
  • Sensacionismo:
               - Procura das sensações;
               - Vivência excessiva das sensações («Sentir tudo de todas as maneiras»);
               - Atitudes sadomasoquistas.

. Conclusão




Grupo II

           Versão 1                                               Versão 2

1.1.         B                                                              D

1.2.         D                                                              A

1.3.         B                                                              D

1.4.         C                                                              B

1.5.         A                                                              C

1.6.         C                                                              A

1.7.         D                                                              B

2.1. Complemento direto.

2.2. «(d) as palavras»

2.3. Oração subordinada adverbial concessiva.



Grupo III

. Introdução
  • Tradicionalmente, homens e mulheres desempenhavam papéis diferentes, eles mais ligados a atividades exteriores e elas a atividades domésticas e familiares;
  • Ao longos os tempos esses papéis sofreram alterações;
  • Atualmente, a mulher desempenha um papel mais ativo e próximo do masculino em diversas áreas, especialmente no Ocidente.
. Desenvolvimento
  • Argumento 1: A mulher lutou pela alteração da sua condição social e atingiu um plano de igualdade em diversos setores, superando o seu papel tradicional, limitado à vida caseira e familiar.
  • Exemplo 1: A mulher está no mercado de trabalho como o homem e já ocupa cargos de chefia e poder (embora em menor número) nas empresas, na política, etc., como exemplificam figuras como a sr.ª Merkel (PM da Alemanha) ou Assunção Esteves (presidente da Assembleia da República).
  • Argumento 2: O homem adotou uma postura de complementaridade, cooperação e entreajuda relativamente ao novo papel feminino.
  • Exemplo 2: A partilha das tarefas domésticas e no crescimento e educação dos filhos entre a mulher e o homem.
  • Argumento 3: A mulher possui um estatuto social de maior liberdade e independência ao nível dos comportamentos, da postura e do agir.
  • Exemplo 3: A mulher sai sozinha e convive socialmente, sem necessitar de acompanhamento ou tutela masculina.
 . Conclusão
  • Os papéis tradicionalmente atribuídos a homens e mulheres alteraram-se profundamente;
  • A condição masculina e feminina não é, porém, de igualdade absoluta no acesso ao trabalho, no desempenho de cargos de chefia, etc., onde o homem continua a predominar;
  • Esta situação ocorre, preferencialmente, no Ocidente, pois noutras zonas do mundo a mulher continua a viver sob o jugo masculino.

80 comentários :

Anónimo disse...

E as escolhas multiplas? quando sao publicadas?

Anónimo disse...

também qerria as escolhas multiplas, pk axo q m confundiu toda

Vânia disse...

também onde me confundi mais foi nas escolhas múltiplas, achei-as um pouco confusas :s

CátiaMiranda disse...

e o resto do exame?
atenciosamente

Anónimo disse...

Já publicavam mesmo as escolhas multiplas. é o mais importante

Ana disse...

Tenham calma pá, deviam era agradecer a pessoa que está com todo o trabalho a por os tópicos das perguntas, com o tempo o resto há-de chegar. Que gente ansiosa...!

Anónimo disse...

digam la o q pusseram:
1.1) supremaca das imagens?
1.2.) ilustra as consequencias?
1.3.) persistencia?
1.4.) perifrase?
1.5) campo semantico?
1.6) conclusão)
1.7.) o valor de significação das palavras?

Anónimo disse...

1.6 - tempo

Anónimo disse...

é assim a escolha multipla? :o

Anónimo disse...

fiz 1,5 :(

Anónimo disse...

tive 3
mas vou ter 0 ou nota mínima no grupo I - B :s
colocaram o que nessa questao?

Anónimo disse...

não sei, mas também nao sei se vou ter pontuação, falei nas 3 fases de Alvaro de campos, mas pouco desenvolvidas , e voces?

Anónimo disse...

na 1.5, deverá ser campo lexical... porque semântico tem a ver com significados de uma palavra e relações precisas com ouras palavras que as tornam sinónimas. nao?

Anónimo disse...

a Versão 1 a resposta 1.5 está errada
de acordo com esta correcção (C) pertencem ao mesmo campo semântico.
É a (A) é lexical, tenho o livro a frente que o comprova
campo lexical: de educação: escola, professor, aluno
campo semântico: de mãe: mãe galinha, mãe de família, mãe solteira

Anónimo disse...

também falei nas 3 fases, mas penso que não deve ser isso :S

Anónimo disse...

alguém sabe explicar a 1.7?

Anónimo disse...

têm a certeza que é metafora?

Anónimo disse...

como é que a 1.3 pode ser violência? a violência não é uma qualidade

Anónimo disse...

Eu também coloquei na 1.5. campo lexical, já fiquei na dúvida!

Anónimo disse...

entao o que devia-se falar na B?

Anónimo disse...

mas está relacionada com o impacto do cometa!

Anónimo disse...

depende do tipo de violência ... eu meti violência , no contexto era a que melhor se enquadrava .

MARIA disse...

2.2 ? 2.3 ?

Anónimo disse...

também a persistencia! quando diz na frase "imparável" ou seja "não pára", além disso eles pedem qualidades e a violência não me parece que seja "qualidade" de um cometa.

MARIA disse...

também , principalmente futurismo e sensasionismo

Anónimo disse...

qualidade é o mesmo que propriedade, atributo.

Anónimo disse...

Na questão B, do grupo 1, deveriam referir a 2ª fase de Álvaro de Campos, a fase futurista. É nela que Campos demonstra toda a influência da vanguarda europeia!

Anónimo disse...

na 2.2 da gramatica é oração subordinada adversativa temporal.

Anónimo disse...

Mas então na 1.5 é semantico ou lexical??

Anónimo disse...

alguém sabe a resposta da 2.2 e 2.3? :S

Anónimo disse...

B)
referi elogio sociedade, hino maquina, produto homem , ode triunfal

e de resto falei da 1 e 3 fase inclusive.

Anónimo disse...

Eu na 1.5 pus relação holonímia/meronímia :(
Era preciso tanta coisa na pergunta 2 da interpretação? :o

Anónimo disse...

na 2.3 o antecedente não é relação possivel?

Anónimo disse...

Tenho 40 em 50 e nao tive mais porque confundi concessiva por consecutiva -.-

Anónimo disse...

na 1.5 é campo semântico!

Anónimo disse...

2.2*

Anónimo disse...

claro, dai ser o mínimo 80 palavras xD se nao desconta 2 valores

Anónimo disse...

a 1.7. mostra a poder que algumas palavras podem ter e por isso a resposta é "o valor de significação das palavras". Penso que estou certa :)

Anónimo disse...

relação pergunta 2 pelo menos 2 em cada.

Anónimo disse...

*o poder

Anónimo disse...

corrigi com as minhas prof's:
2.1 - Complemento Directo
2.2 - Esvaziamento das palavras
2.3 - Concessiva.

Anónimo disse...

Errado! É a concessiva.

Anónimo disse...

Também gostava de ter a certeza desta pq pus lexical.

Anónimo disse...

o "sua" na 2.2 não tem que estar em concordância? se fosse palavras não seria "suas subordinações"? por isso não será o antecedente "relação possível"?

Anónimo disse...

podes-me confirmar a 1.5. sff? uns dizem semantico, outros lexical..

Anónimo disse...

ESTA CORRECÇÃO ESTÁ BASEADA NO QUÊ? É ALGUM PROFESSOR QUE ESTÁ A POSTAR OS CRITÉRIOS?

Anónimo disse...

Pois, convém sabermos se realmente no podemos guiar por aqui!

Anónimo disse...

pois, tem mais lógica... xD Mas esquece, aqui na minha escola cada professor diz uma cena diferente, nem vale a pena... vamos esperar pelo GAVE.

Patrícia Nunes disse...

alguém me pode dizer se a 1.5 é a A ou a C?

Anónimo disse...

nao, o ''sua'' tem de estar em concordância com o que vem a seguir (subordinaçao).

Anónimo disse...

porque quando dizemos "o joao comeu o bolo dele"... fica "o joao comeu o SEU bolo". fica em concordância. por isso tb nao sei...

Anónimo disse...

a minha professora diz que é campo lexical, mas não creio que seja. Vamos esperar...

Anónimo disse...

Campo lexical

Anónimo disse...

não, o sua terá de estar em concordância com o antecedente! porque o "subordinação" pode mudar para o plural.

Anónimo disse...

Pessoal, assim acharam mais fácil ou mais difícil que o da primeira fase?

Anónimo disse...

ya, e quando dizes ''A joana comeu o seu bolo''. Concorda com ''bolo'', nao com ''Joana'' xD

Vânia disse...

Eu achei mais acessível... tirando a escolha múltipla que me baralho um pouco.

Anónimo disse...

ligeiramente mais fácil, as perguntas de interpretação eram mais acessiveis

Anónimo disse...

este exame é corrigido por um professor?

Inês disse...

também achei as perguntas de interpretação muito mais acessíveis!

Inês disse...

Concordo!

Anónimo disse...

no grupo 3 que argumentos/exemplos utilizaram?

Anónimo disse...

Só queria a confirmação definitiva da 1.5. pq uns dizem uma coisa, outros dizem outra.

Anónimo disse...

afinal é campo lexical ou semantico? eu pus lexical mas já ouvi dizer tanto que era lexical como semantico. que confusão!!!

Anónimo disse...

maioria já teve ter cotação mínima no B grupo I nao?

Anónimo disse...

deve*

Anónimo disse...

Até agora, tenho 4 pontos na escolha múltipla e gramática, a interpretação salvo correções tenho 7 pontos. A B vou ter ou meio pontinho ou um ponto, logo por azar saiu o que sei menos. Agora depois falta o grupo 3 e as correções todas , certas certas sei que 3 ou 4 pontos já foram à vida :(

Micael Simao disse...

Boa tarde :)
eu acertei na escolha multipla toda, :)
a 1,5 da versão dois fiz á sorte e acertei :)
cumpts e boa sorte para todos

Anónimo disse...

este exame e corrigido por um professor?

Anónimo disse...

como é que classificas-te as tuas questões interpretação?

Anónimo disse...

colocas-te praticamente tudo ou metade? (de acordo com esta correção)
eu coloquei praticamente metade.
questao 1 - coloquei 3 aspectos
questao 2 - 3 aspectos maria / 1 no joao francisco
questao 3 - 2 momentos
questao 4 - disse que os filhos partiam e limitavam-se a nao dar noticias deixando os pais a pensar no pior ( mais ao menos isto) xD melhores palavras

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anónimo disse...

Coloquei basicamente tudo igual à correção nas 3 primeiras, na quarta não dei uma resposta tao curta e simples e optei por dizer que é um comportamento generico por parte dos filhos, exemplificando com o caso do Baltazar e como passou 2 anos em Lisboa, em perfeitas condicoes de dar noticias, e neste ambito para evitar a desilusao dos pais deixou de fora este periodo de tempo quando contou as suas historias e criou uma ilusao de impossibilidade de os contactar mais cedo. É possivel que me sejam descontados uns pontinhos :/ é sempre o meu defeito, dar informação a mais.

De resto mesmo que so tenha uns 4 pontos no A, 1 no B, tenho 4 de escolha multipla e fiz uma boa composição por isso figas para ter uma boa nota, dava-me um jeitao

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anónimo disse...

2.2- tens a certeza que é essa resposta? eu pus igual a ti, mas esta resolução, responde

Anónimo disse...

então qual é a resposta correta a esta questão? eu pus: "o esvaziamento das palavras"

Anónimo disse...

sim basicamente como eu.
mas falta saber a cotação da estrutura em todas as questoes --'

Anónimo disse...

na 2.2 pus só "palavras" acham que vai contar como certo ?

Anónimo disse...

qual é a 1.5 da versao 2 ?

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...