sexta-feira, 27 de maio de 2011

I, 105-106 - Correcção

1. Identifique o acontecimento motivador desta reflexão.

          O acontecimento é a chegada da armada portuguesa a Mombaça, após várias vicissitudes ocorridas em Moçambique e Quiloa, urdidas por Baco.


2. Explicite o valor expressivo dos versos 5 e 6 da estância 105.

          Os referidos versos traduzem a insegurança da vida humana, decorrente dos grandes perigos ("Oh! grandes e gravíssimos perigos..." - v. 5) e da incerteza ("... caminho da vida nunca certo..." - v. 6) que a caracterizam.


3. Comente o efeito expressivo da exclamação final da estância e do tom hiperbólico dos últimos quatro versos.

          Os referidos recursos acentuam o carácter trágico da condição humana. De facto, na vida, à maior esperança ("que aonde a gente põe sua esperança") sucede, geralmente, o maior perigo e grande insegurança ("tenha a vida tão pouca segurança!").


4. Releia a estância 106 e complete o quadro dado.



5. Clarifique a conclusão a que o Poeta chega nos últimos quatro versos da estância 106.

          O Poeta conclui que o ser humano dificilmente pode encontrar segurança e tranquilidade ("Onde pode acolher-se hum fraco humano") num universo hostil que contra ele se arma, dada a sua fragilidade ("Onde terá segura a curta vida") e a condição de "bicho da terra".


6. Reescreva a interrogação que finaliza a estância 106 (máximo de 22 palavras).

          Poderá o Homem, "bicho da terra tão pequeno", ultrapassar a sua pequenez face ao universo, muito mais poderoso do que ele?


7. Tendo em conta o conteúdo da Proposição relativamente ao herói de Os Lusíadas, refira uma possível intenção do Poeta com a reflexão feita nestas duas estâncias no que diz respeito aos feitos cometidos pelos portugueses.

          O Poeta pretenderá exaltar a valentia dos portugueses, que, mesmo sendo pequenos ("bicho da terra tão pequeno"), venceram os maiores desafios.


8. Para terminar, aponte o tema da reflexão de Camões.

          O tema da reflexão é a fragilidade e a efemeridade da vida humana, face aos grandes perigos enfrentados no mar e na terra e as circunstâncias da vida.

Sem comentários :

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...