segunda-feira, 10 de junho de 2013

"As Meninas"


            A Família de Filipe IV, mais conhecida como As Meninas, é o nome deste famoso «quadro» pintado em 1656 pelo pintor espanhol Diego Velázquez. As dimensões deste quadro são 310 cm × 276 cm e a técnica utilizada é técnica de óleo sobre tela. É um retrato real/imperial, presentemente a obra esta no Museu do Prado. O autor desta obra  nasceu a 20 de junho de 1610  pintou esta obra aos 46 anos de idade e foi a sua mais famosa obra. Viveu em Madrid toda a sua vida e morreu a 25 de maio de 1680.
            Ao centro pode-se ver a infanta Margarida Teresa de Habsburgo, filha de Filipe IV, acompanhada de suas damas de companhia, de seus criados, de uma anã e uma criança que mexe num cão. Já no canto esquerdo, vê-se um autorretrato de Velázquez, em cuja veste percebemos que tem uma cruz da Ordem de Santiago, que foi incluída na tela somente após a sua morte. Os reflexos do rei e da rainha da Espanha surgem num espelho , atrás da infanta. Acima do retrato há dois quadros do acervo do palácio e, mais ao fundo, um homem a mexer na cortina, trazendo mais luminosidade à tela.
            Ao escolher este quadro ,verifiquei que se tratava de retratos imperiais e foi algo que me chamou à atenção e ,ao investigar ,vi que o autor estava retratado no quadro, isto é, é como se existisse um retrato explícito. Isto tudo levou-me à escolha deste quadro. Nomeada originalmente como A Família, a tela foi salva de um incêndio que atingiu o Palácio Real de Madrid em 1750, passando ao Museu do Prado em 1819 e recebendo, posteriormente, o título de Las Meninas. Embora "menina" seja uma palavra da língua portuguesa, era usada na corte espanhola com o sentido de "dama de companhia".
            É uma das obras pictóricas mais analisadas e comentadas no mundo da arte. Como tema central a infanta Margarida de Áustria, apesar de que a pintura apresente outras personagens, incluído o próprio Velázquez. O artista resolveu com grande habilidade os problemas de composição do espaço, a perspetiva e a luz, graças ao domínio que tinha do tratamento das cores e tons junto com a grande facilidade para caracterizar as personagens.  
            Esta tela figurava nos inventários do Alcázar de Madrid com o título de O Quadro da Família.  Mais tarde, aparece catalogado no Museu do Prado em 1843 pelo seu diretor José de Madrazo com o nome de Las Meninas. Tal título foi imposto ao quadro como referência a duas personagens que aparecem nele e apoiando-se na descrição que faz da obra o pintor e escritor António Palomino de Velasco (1555-1626) na sua obra Museu pictórico. Os retratos reais são algo que me cativam a analisar e o facto de ser o melhor autorretrato de Diego Velázquez.
            Gostei deste quadro porque duas razões, em primeiro porque o quadro apresenta a história do autor, em segundo por causa da beleza da imagem.


Ana A.

Sem comentários :

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...